Dia do Pediatra e TEA – Por Dr. Walter Camargos Júnior

IMG-20220727-WA0014

1) Médico é uma profissão que não deveria ter um só dia de comemoração,

2) Pediatrias então deveriam ser vários meses pelo tanto de conhecimentos e habilidades que os Pediatras precisam ter para exercer a profissão com qualidade,

3) No início dos anos 90 nem Psiquiatra sabia identificar o TEA / Autismo nas crianças. Era comum o atendimento de crianças com 10 ou mais anos sem diagnóstico! E quando o diagnóstico era “dado”, era um alvoroço! – “Nossa! Coitado está sendo estigmatizado para o resto de sua vida!”,

4) Hoje, tenho a satisfação de testemunhar corretos diagnósticos realizados por Pediatras em crianças de até 4 anos, idade que acho já precoce, e as vezes até antes,

5) Isso sem falar nas suspeitas de diversas outras crianças com idades menores com as indicações terapêuticas corretas,

6) A importância de o Pediatra ter esses conhecimentos está fundamentado no fato que é ele quem atende as crianças desde a fase de bebê, ou seja em fases bem iniciais da vida,

7) Para que isso continue a ocorrer e acompanhe a evolução do conhecimento é preciso que esse assunto faça parte do escopo teórico e prático da formação acadêmica dos alunos e principalmente dos que estão em Residência Médica de Pediatria,

8) Esse foi um grande motivo pelo qual solicitei minha atuação profissional no Centro Geral de Pediatria / FHEMIG, hoje Hospital João Paulo-II. E conclui que fui exitoso nessa decisão,

9) Ou seja, o processo de atualização científica do TEA está em movimento e os Pediatras estão acompanhando, o que é muito bom e necessário à saúde desse segmento da população,

10) Parabéns aos Pediatras do Brasil e do Planeta Terra.

Tags

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

top